outros mundos

Outros Mundos – vamos aprender empatia?

Outros Mundos – vamos aprender empatia?

Como seria o mundo se nos colocássemos no lugar do outro?

A maioria de vocês talvez não saiba, mas eu sou formada em Design Gráfico. Desconfio que seja daí a minha queda por livros que tenham um forte apelo visual! Assim sendo, meus olhos se arregalaram quando vi a capa de Outros Mundos, de Anabella López (que acabei de descobrir, é designer também). Olhei e pensei “que capa linda, não parece um daqueles livros óbvios feitos pra crianças”. O formato também chama a atenção, estreito e comprido, pra ser folheado na vertical.

Abri o livro e a tipografia junto com as ilustrações feitas de colagens, lápis e tinta ganharam meu coração. Virei mais uma página e a primeira frase me deixou pensando, ela dá uma dica sobre do que se trata o livro.

“Eu não sou eu nem sou o outro,
sou qualquer coisa de intermediário”.
Mário de Sá Carneiro

outros mundos

E a cada página virada vamos descobrindo um outro. Que é um pouco de um e mais um e mais um e que vira um misturado, como a primeira frase já indicava. E a cada página virada, a gente vai ficando mais instigado em conhecer e perceber como é cada personagem, como é cada um daqueles rostos ou bichos retratados. Dá pra perceber um pouquinho de um no outro: “essa parte veio do personagem de uma página passada, reconheço”.

outros mundos

No fim, mais algumas frases que falam sobre quem somos nós, quem são os outros e a pergunta pra refletir “quem é você?”.

Um livro imagem bacaníssimo, pra ser lido junto com as crianças e que pode render uma boa conversa sobre diferenças e empatia.

Outros mundos, de Anabella López. Editora Alaúde pelo selo Tordesilhinhas.

Conheça mais livros que tratam de diversidade:
A cor de Coraline
Meu amigo faz iiiii
Flicts

Sabia que você pode apoiar o meu trabalho? É! Se você curte o conteúdo que produzo, as histórias que eu conto, confira lá!

Salvar

Salvar

Inscreva-se e curta!

veja também