Livro infatil: O dia da festa, de Renato Moriconi

Renato Moriconi é um autor que admiro muito, extremamente criativo e inventivo, ele sempre nos surpreende com suas histórias.
Dessa vez não foi diferente. Em “O dia da festa”ele mostra a espera dos cidadãos pelo dia em que um unicórnio tão aguardado vai aparecer na Terra. Esse dia é uma surpresa, ninguém sabe quando isso vai acontecer, mas todos estão bem preparados para o esperado evento.

o unicórnio tão esperado

Surpresa e referências artísticas

O grande lance desse livro é que o texto e a imagem nos levam a crer que o personagem é mesmo o que está sendo descrito… mas, será? Bom, eu falei que ele era surpreendente e não vou revelar muito mais do que isso, pra não estragar a surpresa. 🙂
Outro ponto muito bacana desse livro é a quantidade de referências que o autor e ilustrador utiliza para contar a narrativa através das imagens. Ao final do livro ele conta quais obras o inspiraram nas ilustrações e fica aqui a sugestão de um exercício bem legal pra fazer: pesquisar as obras listadas e procurar no livro onde estão as imagens que elas inspiraram. Por exemplo, essa aqui, você consegue perceber qual a foi a obra inspiradora? Dica: é de uma artista plástica brasileira!

Referência: Operários, de Tarsila do Amaral

Renato Moriconi também utiliza de colagens colocando artistas no meio da história! Sabe quem é esse no papel de “São Pedro”, com as chaves na mão? Marcel Duchamp, o famosos artista que transformou um urinol em arte.

Um livro cheio de referências!

O livro é também um convite ao universo das artes plásticas!
“O dia de festa”, de Renato Moriconi. Editora Pequena Zahar

Assista Fafá conta: Bárbaro, de Renato Moriconi

Salvar

Inscreva-se e curta!

veja também